Melhore a sua saúde sexual com damiana

Aprenda a tirar partido da planta que os maias também usavam como afrodisíaco. Saiba quais são as doses diárias recomendadas e quais as outras variedades botânicas com que a pode combinar.

Arbusto originário do México, a damiana era utilizado tradicionalmente pelo povo maia como afrodisíaco, juntamente com outras plantas medicinais. No que se refere aos seus princípios ativos, não existe um constituinte responsável pela sua ação terapêutica propriamente dito, sendo esta baseada na conjugação de vários, nomeadamente óleo essencial, taninos, arbutina, flavonoides, damianina, proteínas.

Afrodisíaco para ambos os sexos, é muito utilizado para prevenção e tratamento de disfunções sexuais, principalmente se estas estiverem relacionadas com um quadro de stresse e de ansiedade. Esta planta tem também uma ação relevante enquanto regulador do sistema nervoso, atuando em casos de ansiedade, de depressão e até de fibromialgia.

A damiana também é reconhecida enquanto tónico geral. Pode ser utilizada por desportistas para aumentar as suas performances físicas, como defendem vários especialistas e como confirmaram vários estudos internacionais. Também apelidada de chanana ou albina, esta variedade botânica remete para a camomila, pela aparência da sua flor e até pelo seu aroma e sabor.

Administração

Em infusão, pode tomar uma colher de chá por chávena, uma a duas vezes ao dia. Em comprimidos, a dose recomendada situa-se entre 500 a 1000 miligramas por dia.

Precauções

No caso de ter problemas cardiovasculares, por precaução, consulte sempre o seu cardiologista antes de iniciar a toma de damiana.

O que dizem os estudos científicos

A damiana melhorou a função sexual em ratos impotentes, de acordo com um estudo publicado em 1999 na revista Psychopharmacology. A dose mais alta (1 mililitro por quilo) foi a que teve melhores resultados ao nível da ereção, ejaculação e número de cópulas. A ação da damiana pode, segundo os investigadores que realizaram a pesquisa, ser potenciada através da conjugação com outras plantas, nomeadamente ginseng, ginkgo biloba, tribulus terrestris e pau de cabinda.

Remédios caseiros para uma boa libido

Estas são algumas das mezinhas a que pode recorrer para potenciar a sua saúde sexual:

- Elimine gorduras que podem bloquear as artérias, comendo mais alho e fazendo exercício físico

- Deixe de fumar (o tabaco enrijece as artérias)

- Reduza o álcool (favorece a hipertrofia da próstata e diminui o apetite sexual)

- Coma sementes de sésamo, ostras, especiarias (canela e/ou gengibre), chocolate negro e frutos vermelhos (romã e/ou frutos do bosque)

- Diversificar as posições sexuais para combater a rotina.

Revisão científica: João Beles (naturopata e professor de bases científicas da medicina natural no curso de naturopatia do Instituto de Medicina Tradicional de Lisboa)

artigo do parceiro:

Comentários