Voltar para o ex?

Dúvidas toda a gente tem, mas depois há desculpas que servem só para enganar.

Há alturas em que retomar um antigo relacionamento ou dar uma segunda oportunidade acaba por dar resultado e é certo que cada caso é um caso, mas se dá consigo a pensar nestas questões abaixo, o melhor é saltar fora de vez.

Ele mudou
Bom, para além que não é fácil para ninguém mudar de comportamento, atitudes da personalidade, etc... muito menos mudá-lo de um dia para o outro. Por isso, se o ex vai ter consigo com uma atitude diferente é bem provável que seja sol de pouca dura. O desejo de mudar tem de ser sincero e é necessário um grande trabalho interior que leva muito tempo.

Ninguém me conhece tão bem
E então?! É normal que isso aconteça quando existiu um relacionamento saudável, mas o que tem de pensar é que, afinal de contas conhecem-se tão bem e nem isso serviu para evitar a separação. Ou então até foi por causa de todo esse conhecimento que o relacionamento acabou. Logo, está na altura de seguir em frente e conhecer outras pessoas interessantes.

Desta vez vai ser diferente
Não, não vai! Tal como a questão da mudança acima referida, o ser diferente até pode ser durante um período de tempo, mas depois volta ao mesmo ou pior. Algumas pesquisas referem o facto de haver uma propensão maior para chatices entre casais que se reconciliam, uma vez que começam a estar mais focados nos aspetos negativos do outro.

Se calhar não vou encontrar ninguém melhor que ele
Ora bem, se o seu pensamento é o acima ou outro do género “não sou pessoa para estar sozinha” é bom que reflita acerca de si mesma porque a sua autoestima provavelmente está em baixo. A velha máxima “mais vale só do que mal acompanhada” não é nenhuma frase feita. O que tem de pensar e acima de tudo interiorizar, é que um parceiro é alguém com o qual se tem compatibilidade e conjuga em vários níveis. Ninguém deveria estar num relacionamento se passa a vida insatisfeito, tal como não pode ser opção ter “preguiça” de sair da sua zona de conforto ou receio de refazer a sua vida. E o pior que pode fazer consigo e com a sua vida é conformar-se ou contentar-se com o que tem!

Vamos ser amigos para ver como corre
Não! Se há uma separação é cada um para seu lado. Só assim pode fazer o 'luto' e seguir com a sua vida. Uma amizade, só quando chegar a altura em que sinta que já não tem qualquer tipo de sentimento. Estarem juntos como “amigos” só irá empatar e atrasar o que tem de ficar resolvido na cabeça de cada um. Já pensou ouvir da boca do ex “ando a sair com uma pessoa” ou ver?

artigo do parceiro:

Comentários