As marcas da infidelidade

Saiba como as pode ultrapassar

Para muitos, ultrapassar as marcas deixadas pela descoberta de uma traição do(a) companheiro(a) é um verdadeiro drama que se pode arrastar durante meses e até anos, uma vez que nunca se está preparado para enfrentar tal embate.

Independentemente do contexto em que tal ocorreu, é importante manter a calma e pensar em alternativas que a possam ajudar a ultrapassar um momento menos positivo da vida de um casal.

«Vivo com o meu companheiro e pai
do meu filho. Nos primeiros meses
de gravidez, há quatro anos, soube
que estava a ser traída. Tentei
esquecer, mas quando o meu filho
tinha nove meses descobri que estava
novamente a ser traída. Sou uma
mulher enlouquecida com o passado
e ciumenta. Às vezes, penso que não
tenho respeito por mim ou pelo meu
filho. Será que a hipnoterapia me faria
esquecer o passado e aumentar a
auto-estima e amor próprio?», questiona Maria Salvador, professora.

De facto, é profundamente
humilhante e criador de insegurança
ser traída pelo pai do filho que traz
consigo. «Alguns homens têm este comportamento
justificando-se com medos infundados
de magoar a criança, outros porque
não erotizam com uma mãe», explica Mário Simões, psiquiatra.

«A probabilidade
de se repetir a situação é elevada e você sabe-o. Tem algo a ver consigo,
conforme também admite, pois já previamente
ao sucedido, havia, com certeza,
muito baixa auto-estima. É uma questão de dignidade
e esse é o limite do suportável. Depressão
é o nome do sofrimento, mais que
uma entidade clínica, no seu caso», sublinha.

De acordo com o especialista, a
hipnoterapia conjugada com técnicas de
dessensibilização do passado penoso podem ser preciosas para restituírem a auto-estima e amor-próprio. Se foi recentemente vítima de traição, esta é uma das soluções a que pode recorrer para ultrapassar o problema.

artigo do parceiro:

Comentários